Sobre poemas (continuação)…

Quadrados…

A Terra é uma bola.
Nela nascemos,
crescemos,
vivemos (mal),
envelhecemos…
enfim, morremos.

Mas, antes de morrer
vivemos,
erramos,
corremos,
brigamos,
cuspimos,
matamos!

Nós (nos) matamos…

Mas Terra não para
e nós, a muito já paramos.

Paramos de pensar,
de ceder,
de sentir,
de amar,
de acolher…
Espera! Paramos de amar!?

Verdade… paramos.

E a Terra vai girando
e a gente vai vivendo,
jogando,
correndo,
brigando,
sofrendo,
não amando,
morrendo e matando,
repetindo velhos erros,
comendo pelos cantos,
rodando e girando,
meio certo, meio tonto,
sem sair do lugar…

Porque a Terra é uma bola,
mas nós, uns quadrados!

Anúncios